Digimon World: Next Order, lançado no Ocidente em 31 de janeiro para PlayStation 4 e PS Vita foi uma grande surpresa. Sem saber exatamente o que esperar, abri o jogo e me deparei com uma tremenda homenagem a Digimon World (1999), original de PlayStation 1.

Este novo título da Bandai Namco pega todos os elementos do primeiro game da saga World e constrói bases mais sólidas em cima, mantendo toda a nostalgia que só quem jogou o original vai sentir. Desde a necessidade de alimentar e levar seu parceiro Digimon ao banheiro, até fazendas de carne e ao enredo, Digimon World: Next Order é uma carta de amor para os fãs da era PS1.

Você começa o jogo sendo sugado por um Digivice, indo parar em um mundo digital, da mesma maneira que ocorre no Digimon World de PS1. Mais especificamente, em uma cidade vazia, habitada apenas por Jijimon e vários Digimon em estado bebê. Todos os outros moradores foram embora quando a grande ameaça Machinedramon surgiu. Sua missão é juntar-se com seus parceiros Digimon e trazer todos de volta. Exatamente a mesma premissa de Digimon World.

Conforme você faz isso, pouco a pouco a cidade volta a prosperar e parecer, de fato, um lugar em que muitos Digimon vivem. Aqueles que retornam constroem lojas, clínicas, trazem opções de lazer e entretenimento, expandem e evoluem

Desta vez você é acompanhado por dois parceiros ao invés de um, o que adiciona mais dinâmica ao processo de cuidar dos Digimon, afinal, você vai precisar do dobro de atenção para as necessidades básicas e o dobro de estratégia nas batalhas e no treinamento.

Esse texto foi retirado por completo do site da IGN.
O texto esta sendo usado para padronização de Layout do novo site do Comando Espartano.

Confira a matéria original aqui.